26/06/2019

Cris Barros x Sauer = Bijoux volta ao Mundo


Ambas as marcas se uniram para criar, pela primeira vez, bijoux impregnadas de sinais e símbolos de vários lugares do globo.  Sem perder a feminilidade que é a marca registrada de cada peça.

Viagens mil foram o ponto de partida para a inspiração da coleção, por exemplo, um anel em opala rosa, pedra da lua e diamante representa as cúpulas arredondadas de edifícios como o Taj Mahal, na Índia, e a Catedral de São Basílio, em Moscou. Já a pedra lápis-lázuli, adorada por egípcios e assírios, vem lapidada de forma espiralada em bolas que parecem flutuar nos brincos e em um anel  Um colar de madeira, rubi, diamante e ouro amarelo 18k em formato de concha traz um compartimento secreto, à moda das joias do Renascimento italiano que transportavam perfumes, relíquias e até venenos.
"Criamos também algumas peças o rosto da lua esculpido em osso, simbolizando os ritmos biológicos e as fases da vida. A lua é passiva e receptiva, símbolo de feminilidade e fecundidade.” conta, Cris.



Nenhum comentário:

Postar um comentário